Alguns temas são pautas em quase todas as conversas no Instagram e um deles é a rotina com crianças pequenas. As mães são sempre negligenciadas pela sociedade e por isso vivem rotinas engessadas e repletas de obrigações. Algumas por falta de rede de apoio e outras por terem apenas – esquecido – como é criar um ritual que faça bem a si mesma.

Dentre essas duas opções, qual grupo você pertence? 🙂
Se a resposta for meio a meio, tá tudo bem também.

Não consigo criar uma rotina criativa, o que fazer?

A primeira coisa que eu preciso te dizer é: não tente abraçar o mundo! Esse conselho vai te evitar frustrações futuras. Seja clara com os seus objetivos e exija produtividade apenas nos momentos necessários.

Para nós, mães, a rotina não funciona muito com horários certinhos todos os dias, principalmente se tiver criança pequena. Mas é importante dizer que crianças só funcionam com rotina caso as de seus pais sejam parecidas.

Para criar uma rotina criativa se responda:

  1. Quais atividades eu quero e posso incluir na minha rotina de mãe?
  2. O que eu preciso mudar ou remover para ter uma rotina melhor?
  3. Tenho pessoas que possam me ajudar?
  4. Quando tenho tempo livre?
  5. Qual é a minha prioridade neste momento?
  6. Quais hábitos eu preciso incluir na minha rotina e na do meu filho?
  7. As pessoas que dividem a casa comigo me ajudam nisso? (caso tenha)

São perguntas básicas mas que te ajudarão a perceber que talvez você não esteja conseguindo se exercitar por 1h porque está cansada e neste momento opta por dormir. Uma solução é escolher uma atividade que funciona de 2 a 3 vezes na semana e por um curto tempo. Lembre-se: devagar também é movimento.

Caso você queira acordar mais cedo, mas não consegue porque dorme tarde com o filho, tente criar uma rotina do sono que funcione para você e pra ele. Não é fácil, mas ajuda bastante.

Como incluir os filhos na rotina criativa

Quando o assunto é maternidade, muitas vezes eu tento fugir e a razão é simples: cada mãe sabe como criar seu filho. Mas como mãe e facilitadora de rotinas há coisas que podem te ajudar a lidar melhor com a rotina incluindo seu filho.

O ponto principal é: Se as atividades que você deseja fazer não são feitas por falta de rede de apoio, como você poderá mudar isso? Creche, babá, pedir ajuda a uma amiga etc. Eu sei, tem o fator dinheiro e talvez você não possa agora, mas é importante começar a criar um planejamento que suporte isso.

Muitas mães têm medo de por seus filhos em creches e não é pra menos, mas é deste modo que conseguimos o mínimo de tempo quando não se há rede de apoio ou um pai assumindo sua função.

Caso você esteja passando por longos períodos com seu filho, aqui vai algumas dicas para incluir seu filho na rotina criativa.

  1. Tenha horário para ele e pra você
    Se você se esforçar para criar rotina e ritual pra vocês aos poucos conseguirá aproveitar algumas sonecas dele ou um momento em que a criança estiver mais entretida para fazer uma atividade importante pra você.
  2. Converse com a criança sobre as atividades que você realiza
    Subestimamos a capacidade de entendimento das crianças, mas a verdade é que muitos entendem cada passo que a mãe dá. O Gael, meu filho, tem 3 anos e já sabe que às 7h eu faço yoga. Ele está acordado vendo desenho e as vezes vai lá, senta, conversa, mas não atrapalha a atividade. Aos poucos ele aprendeu e passou a respeitar. Claro que cada dia é um dia.
  3. Crie atividades com eles
    Crianças adoram novidade e ao invés de tentar tirá-los dos ambientes inclua eles. Seja o momento de cozinhar, dançar ou até pegar um solzinho na varanda. Explique o que é e crie um cenário que ele se encaixe.
  4. Ensine de forma lúdica o que é a rotina
    Se você quer que seu filho entenda o que é rotina, explique pra ele sobre quando o sol nasce, quando a noite chega e o porquê dormir mais cedo. Isso vai te ajudar a criar rituais sem choro e com prazer.

Crianças são seres cheios de personalidade desde bem bebês e por isso possuem suas vontades. Alguns dias querem e outros não, cabe a nós, adultos, aprendermos a lidar sem deixar isso dominar nosso humor. Assim como nós alguns dias eles cooperam e outros não. Com o passar do tempo e com a sua insistência você irá aprender a lidar melhor com o horário do seu filho e com o seu.

O mais importante é conversar, criar ritual e rotina. Aos poucos você irá entender como funcionar e como dar conta do que é necessário.

Lembre-se: você NÃO precisa dar conta de tudo.

Se o seu filho tiver pai vivo cobre dele o dever de assistir a criança. Caso seja impossível busque uma rede de apoio, seja na internet ou na família.

Aos poucos você irá criando uma rotina que funcione pra ambos, com prazer, amor e criatividade. <3

2 Comments

  1. É realmente difícil conciliar home office com filho. A falta de representatividade nas redes sociais também é enorme e isso desmotiva as mães a terem esse olhar mais criativo na hora de criar uma rotina que funcione para ambos.
    Aqui em casa estamos botando sinais de autismo no Téo entao é imprescindível ter uma rotina que funcione para ele principalmente.

    Espero que esse post chegue em mais mamães por aí ❤️

    • Bella que importante isso que você falou sobre a rotina dele. Precisamos alinhar sempre a rotina das mães também as dos filhos e buscar um formato flexível, livre de regras. Apenas adaptações <3

Write A Comment